img1 2

As perturbações do equilíbrio – vertigem ou instabilidade – constituem um dos sintomas mais comuns na prática clínica diária, representando, segundo algumas estatísticas, mais de 5% do total dos doentes que procuram o médico de clínica geral e cerca de 10% dos doentes que recorrem à especialidade de Otorrinolaringologia.

A vertigem é um sintoma particularmente angustiante, pela sensação de incapacidade e insegurança que provoca nos doentes. Não raro, os doentes com vertigem queixam-se de sensação de morte iminente, revelando níveis de ansiedade extrema o que pode levar o médico a presumir que a vertigem é causada pela ansiedade e não o contrário.

Uma das características desta patologia é a sua interdisciplinaridade, que faz com que não seja fácil ao doente saber qual a especialidade a que deve recorrer para melhor resolver o seu problema. Acresce que, muitas vezes, é enviado de especialidade em especialidade com o veredicto de que “o exame é normal”. Daí a necessidade de haver um grupo de médicos com um interesse especial neste tipo de patologia.

Estes médicos são especialistas em Otorrinolaringologia com competências específicas neste campo.

O diagnóstico das causas da vertigem é das tarefas mais complexas que se colocam à medicina moderna. No entanto, existem actualmente alguns exames que permitem uma abordagem funcional do sistema do equilíbrio. Entre eles destacam-se a electro/videonistagmografia e a posturografia dinâmica computorizada.

Estes exames permitem em muitos casos, o estabelecimento de um diagnóstico etiológico e topográfico que é essencial para a escolha da terapêutica mais adequada.

Em termos clássicos é usual classificar-se a vertigem ou síndrome vertiginoso, em duas categorias: síndrome vertiginoso de origem periférica e síndrome vertiginoso de origem central.

As causas mais comuns de síndrome vertiginoso de origem periférica são:

  • Vertigem Posicional Paroxística Benigna
  • Neuronite Vestibular
  • Doença de Ménière
  • Labirintite
  • Neurinoma do Acústico
  • Fístula Labiríntica
  • Fístula de Perilinfa
  • Otosclerose

Outras causas também comuns de vertigem:

  • Vertigem de Mudança de Posição
  • Migraine Vestibular
  • Vertigem Cervical
  • Descompensação Vestibular
  • Esclerose Múltipla
  • AVC ou AIT
  • Doença Cerebelosas
  • T.C.E.

Para o tratamento das perturbações do equilíbrio dispomos fundamentalmente de três armas: a farmacoterapia; a cirurgia e a reabilitação vestibular.

A farmacoterapia é a abordagem clássica com medicação própria para cada situação específica.
A cirurgia é um método pouco utilizado e sem interesse na grande maioria das situações.

A reabilitação vestibular é responsável pelos maiores avanços e sucessos no tratamento moderno das perturbações do equilíbrio em geral e da vertigem em particular.

CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO

Morada:
Avenida da República 1326
4º andar - sala 4.3 e 4.2
4430-192 Vila Nova de Gaia
Horário de funcionamento:
2ª a 6ª das 14:00h às 18:00h
Marcação de consultas pelo telefone:
dias úteis das 10:00h às 12:30h
e das 14:00h às 20:00h

Telefone: 22 371 63 92 - 91 052 9735 | E-mail: clinicavertigemzumbido@gmail.com